Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 26 DE JUNHO DE 2017

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  25/06/2017   Cansado de boas notícias? - Os internautas constituem são privilegiados pois recebem notícias o tempo todo e a maioria delas: "boas not...     25/06/2017   Gaza recebe combustível do Egito - O Egito abriu esta semana suas fronteiras com a Faixa de Gaza, governada pelo Hamas, para fazer a entr...     25/06/2017   Acordo petrolífero tem maior nível de aderência - Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e outras nações pr...     25/06/2017   Ministério descarta saída do presidente da Eletrobras após declarações polêmicas - O governo descarta a possibilidade de saída do preside...     25/06/2017   Preços de gasolina, diesel e etanol caem nos postos, diz ANP - Os preços médios da gasolina, do diesel e do etanol vendidos nos postos do...     25/06/2017   Petrobras negocia aditivo em contrato de equipamento para pré-sal em busca de segurança - A Petrobras negocia um aditivo ao contrato com ...     25/06/2017   Venda da Light pela Cemig pode atrair Enel, Equatorial e chineses, dizem analistas - Uma possível venda da elétrica Light por sua control...     25/06/2017   Energisa vê alta de 1,6% até maio no consumo total de energia em suas distribuidoras - A Energisa, que controla 13 concessionárias de dis...     25/06/2017   Exportações de etanol da China disparam em maio - As exportações de etanol da China saltaram em maio para 16.304 metros cúbicos, ou 15 ve...     25/06/2017   França vai parar de conceder licenças para exploração de petróleo, diz ministro - O ministro de Energia da França, Nicolas Hulot, disse q...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

19/06/2017

Buraqueira ultrapassa limites

Logística

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

EM PELO MENOS duas cidades da Grande Porto Alegre, ZH constatou situação parecida com a de ruas da Capital: falhas no asfalto que atormentam motoristas

Além de serem ligadas pela RS-118, que leva fama pelas obras intermináveis e condições precárias, Alvorada e Gravataí têm em comum outro problema viário. Zero Hora percorreu parte da Região Metropolitana na tarde de sexta-feira e constatou que a avenida principal das duas cidades apresentava grande quantidade de buracos. No domingo, a prefeitura de Gravataí informou que realizou os reparos ainda no final de semana, após ser contatada pela reportagem.

Perigo para a segurança de passageiros, pesadelo para motoristas e garantia de gastos maiores com manutenção, os rombos no asfalto da Capital foram mostrados na edição de sexta-feira em ZH. Depois da reportagem, leitores se manifestaram para lembrar que o problema é geral, e, apesar de velho conhecido de quem trafega pela Região Metropolitana, piorou – especialmente após a chuva que assolou o Estado entre maio e o começo de junho. Um deles foi o representante comercial Milton Dresch, que entrou em contato para alertar sobre a situação precária na Avenida Boqueirão, em Canoas, e na principal via de Alvorada, a Avenida Presidente Getúlio Vargas.

Na primeira, ZH constatou uma equipe trabalhando na pavimentação ao chegar ali na tarde de sexta-feira. Já em Alvorada, não foi difícil encontrar pontos críticos: um deles fica próximo ao cruzamento com a Rua Podalírio Barcelos, a menos de dois quilômetros da sede da prefeitura. Especialmente no sentido Centro-bairro, é difícil até de contar os buracos, que se emendam uns aos outros. O frentista Valdir Couto, 47 anos, que trabalha em um posto de combustíveis na via, não esconde a indignação.

– É um absurdo. Não tem carro que se mantenha em bom estado – relata. – É preciso andar a 10 km/h.

Os moradores contam que, “de vez em quando”, ocorrem operações tapa- buracos, mas que os remendos não duram por muito tempo. Questionado sobre uma obra mais completa de recapeamento, Couto mostra-se resignado e deposita o que resta de esperança em uma “força superior”:

– Só se por milagre de Deus.

Na Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, principal via de Gravataí, a reportagem contou pelo menos 10 buracos na quadra junto ao Parcão, na tarde de sexta-feira. Havia um grande rombo próximo ao cruzamento com a Rua Angelino Loranzi, em ponto com muita circulação de veículos, seguido por uma série de buracos de proporção menor também no sentido Centro-bairro da avenida principal, perto do meio-fio. Na opinião da babá Claudete Guidalini, 50 anos, a chuva que predominou no último mês não pode ser a única culpada pelos buracos que há na cidade.

– É sempre assim – diz ela.

Também na região central, uma via de menor movimento chama atenção pela buraqueira. Na Rua Salvador Canelas Sobrinho, próxima à faculdade Facensa, há um buraco de pelo menos 10 centímetros de profundidade. Em outros pontos da via, o paralelepípedo aparece sob o asfalto.

Pavimentação deficiente, carros prejudicados. Termômetro da situação das ruas, a oficina de Paulo Roberto Hoerlle vem recebendo mais veículos vitimados pela buraqueira. Segundo o mecânico, os buracos prejudicam especialmente a suspensão – partes como a balança e o amortecedor entortam – e as rodas, que podem entortar ou até quebrar. Mas, dependendo da cratera, o cárter, onde fica o óleo do motor, pode furar. Ou seja: além de andar devagar e com atenção máxima para desviar dos buracos, é bom ficar de olho no painel para flagrar se um impacto não causou vazamento.

OBRAS DE RECUPERAÇÃO PREVISTAS EM ALVORADA

Por meio de assessoria de imprensa, a prefeitura de Alvorada afirma que estava aguardando o período de chuvas fortes passar para realizar uma operação tapa- buracos, e vias como a Presidente Getúlio Vargas “terão prioridade no cronograma da Secretaria Municipal de Obras e Viação”. Sem precisar data, diz que as obras ocorrerão nos próximos dias. A assessoria informa, ainda, que o município dispõe de poucos recursos, mas, em um segundo momento, pretende buscar verbas com governos estadual e federal para um plano maior para a rede viária da cidade.

Em um primeiro contato, na sexta-feira, a prefeitura de Gravataí informou que os reparos seriam feitos nesta semana na Dorival Cândido Luz de Oliveira. Ontem, o secretário municipal de Obras, Paulo Garcia, afirmou que conseguiu antecipar os trabalhos: diz que eles foram realizados no sábado para evitar transtornos em dias com mais movimento. Ele considera que os buracos apareceram em razão da chuva.

Sobre a Salvador Canelas Sobrinho, também em Gravataí, o secretário de Obras ressalta que “no Centro, a manutenção é constante”. Paulo Garcia informa que a pasta averiguará hoje a situação no local.

Fonte: mecânico Paulo Roberto Hoerlle, da Hoerlle Reparação de Veículos

jessica.weber@zerohora.com.br

JÉSSICA REBECA WEBER
3 DICAS PARA EVITAR DANOS AO VEÍCULO
1Calibre os pneus um pouco mais do que o normal. Em vez de manter a calibragem entre 28 e 30 libras, coloque entre 30 e 33 libras de ar. Isso ajuda a reduzir o risco de danos às rodas e de arrebentar o pneu.
2Quando o buraco é inevitável, reduza antes de cair, nunca freie “dentro” dele. É que, quando a roda não está girando, o impacto pode, além de entortá-la, prejudicar a suspensão.
3Apesar de o perímetro urbano dos municípios permitir velocidade de até 60 km/h em algumas vias, tire o pé. Com o asfalto em más condições, andar acima dos 40 km/h faz com que frear antes do buraco seja quase inútil.

 

Por Zero Hora - RS

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Pesquisa do DNIT vai ouvir mais de 500 mil motoristas sobre condições das rodovias federais

Movimentação do setor portuário brasileiro aumenta 5% no primeiro trimestre

Porto de Paranaguá é sinônimo de mais empregos e investimentos na cidade, aponta pesquisa

Um plano em defesa do estuário

Movimentação de maio em Santa Catarina sofre retração

Cansado de boas notícias?

Gaza recebe combustível do Egito

Acordo petrolífero tem maior nível de aderência

Ministério descarta saída do presidente da Eletrobras após declarações polêmicas

Preços de gasolina, diesel e etanol caem nos postos, diz ANP

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística