Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 16 DE SETEMBRO DE 2014

Email
HOME
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  15/09/2014   Obras de ampliação do Salgado Filho ficam para novembro de 2016 - Infraero divulgou novo prazo para conclusão dos trabalhos no aeroporto....     15/09/2014   TCU decide por audiência pública de plano de arrendamento portuário - SANTOS - O atraso no lançamento dos editais do programa de arrend...     15/09/2014   Embraer vende seis jatos Legacy-500 para FAB - A Força Aérea Brasileira (FAB) comprou seis jatos executivos Legacy-500 da Embraer. O cont...     15/09/2014   País atraiu 18 novas petroleiras desde 2013 - A abertura do mercado mexicano, alinhada à previsibilidade do governo colombiano, ao promov...     15/09/2014   Wilson Sons vai operar porto seco em Suape - A Wilson Sons Logística recebeu autorização da Receita Federal para começar a operar um novo...     15/09/2014   Acordo da Vale com Cosco poderá abrir portos da China para Valemax - Berge Everest foi o primeiro Valemax a atracar no Centro de Distribu...     15/09/2014   Cemig questiona pedido de aporte para Santo Antônio - Morais, presidente da Cemig, pede tratamento igual ao da usina de Jirau.     15/09/2014   Após repactuação com governo, Transnordestina descumpre prazos - Um termo de ajustamento de conduta, um aditivo de quase 70% e um novo co...     15/09/2014   Carta sobre perda de desconto na luz chegará para 6 milhões só após eleição - Sem nenhum alarde, a Agência Nacional de Energia Elétrica (...     15/09/2014   Comperj pode ficar para o fim de 2016 - Um dos principais empreendimentos da Petrobras em construção, o Complexo Petroquímico do Estado d...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

02/06/2008

Grupo Júlio Simões adquire a Transportadora Grande ABC

Empresas

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

10

2 votos

O Grupo Julio Simões acaba de adquirir o controle acionário da Transportadora Grande ABC e de outras quatro empresas pertencentes a ela.

O negócio firmado entre os dois grupos envolve uma frota de mais de 700 caminhões e amplia a presença da Julio Simões no concorrido mercado de logística da indústria automotiva nacional. A Grande ABC tem como seus principais clientes montadoras como a Toyota, Ford, Mercedes-Benz, além de fabricantes de auto-peças.  

Embora formalizada, o resultado final da aquisição só será conhecido no final do ano, quando o fundador e detentor do controle acionário da Grande ABC, Antonio Caetano, decidirá se permanece ou não na empresa. Conforme o acordo, independente da opção de Caetano, o Grupo Julio Simões tem assegurado ao menos 60% de participação na Grande ABC. Fica a critério de Caetano optar entre permanecer com os 40% do capital restante, vender a participação à família Simões ou convertê-la em ações do Grupo. O valor mínimo da operação não foi revelado.  

A princípio o grupo comprador irá aportar capital na renovação da frota e de outros ativos, como armazéns e empilhadeiras, deixando o pagamento do controle acionário para o final do ano. A previsão de faturamento da Grande ABC para 2008 é de R$ 250 milhões, um crescimento de 35% sobre o ano passado. Já o total do Grupo Julio Simões estimado para 2008, incluindo os resultados de suas concessionárias de automóveis e caminhões, é de R$ 2,5 bilhões, o que significará um crescimento de 43% na comparação com 2007, quando faturou R$ 1,75 bilhão.  

Segundo Fernando Simões, vice-presidente do grupo, 60% da aquisição será viabilizada por meio de capital próprio e o restante financiado junto ao Bradesco e ao Banco do Brasil. A Grande ABC é a segunda transportadora de porte adquirida pela Julio Simões nos últimos dois anos. A Lubiani, comprada no primeiro semestre do ano passado, foi a primeira. Agora, a frota de caminhões da empresa se aproxima de 2,8 mil unidades.  

Até firmar a compra, a Julio Simões atendia Volkswagen, GM e alguns fabricantes de auto-peças. "Estávamos disputando a liderança da logística para o mercado automobilístico com a Grande ABC", diz Simões. Para ele, o crescimento do segmento no país tem criado novas demandas para os operadores logísticos, já que as montadoras estão ampliando suas vendas, mas não por meio de novas fábricas.  

Dos 186 clientes ativos presentes na carteira da Grande ABC, ao menos 145 estão ligados ao setor automotivo. Este é um dos motivos para Simões ressaltar a importância de Caetano seguir no comando da companhia. "Não nos interessa alterar a cultura da empresa. Foi por causa dela que fizemos o acordo", afirma ele, ao lembrar que a Grande ABC foi fundada em 1974, em São Bernardo do Campo (SP).  

O planejamento inicial prevê a redução da idade média da frota da Grande ABC, hoje em 3,5 anos, enquanto que a da Julio Simões é de dois anos. A meta de investimento da Julio Simões na renovação de toda sua frota durante o ano de 2008 é de R$ 410 milhões.  

Além da transportadora, o grupo da Grande ABC conta com quatro empresas: Jecap, Selpa, SG Logística e EADI. A EADI, subsidiária com filiais Recife (PE) e Taubaté (SP), atua como porto seco. Na opinião de Simões, é mais um complemento aos serviços logísticos já prestados por sua empresa. Já a SG Logística é resultado de uma joint venture com o grupo alemão Schnellecke para atuar dentro das fábricas da Volkswagen no país. A Selpa, sediada em Vinhedo (SP), faz serviços de importação, exportação e armazenagem.  

As aquisições da Grande ABC e Lubiani permitem Simões antecipar em um ano o plano de faturar R$ 3 bilhões, antes previsto para 2010. A indústria automotiva passa agora a responder por 22% dos resultados da parte logística do grupo, estimado em R$ 1,5 bilhão neste ano.

Fernando Simões, da Júlio Simões: "Vamos antecipar em um ano nossa meta de atingirmos uma receita de R$ 3 bilhões"

 
 

Por Valor Econômico - SP -Guilherme Manechini-Carol Carquejeiro

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Recomendar   Imprimir

Clique para ampliar

Leia Também

Cemig questiona pedido de aporte para Santo Antônio

Nissan fará cortes em fábricas de baterias com menores esperanças sobre carro elétrico

Cosan Logística obtém registro na CVM

Prumo confirma rescisão de contratos com Eneva e GE

Ford lançará 4 modelos novos de carros na Índia em até 20 meses

Obras de ampliação do Salgado Filho ficam para novembro de 2016

TCU decide por audiência pública de plano de arrendamento portuário

Embraer vende seis jatos Legacy-500 para FAB

País atraiu 18 novas petroleiras desde 2013

Wilson Sons vai operar porto seco em Suape

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

UFRGS

Federasul

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística