Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 20 DE AGOSTO DE 2017

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  20/08/2017   Chinesa CEFC está em negociações preliminares para comprar fatia na Rosneft - A CEFC China Energy, que surgiu como um operador de petróle...     20/08/2017   Abengoa Brasil recebe aprovação de credores para plano de reestruturação - A unidade do grupo espanhol de energia e infraestrutura Abengo...     20/08/2017   Eletrobras criará canal de denúncias para melhorar controles - Alvo da Operação Lava Jato nos últimos anos e buscando coibir irregularida...     20/08/2017   Eletrobras vai recorrer de decisão da Aneel e diz que tem R$2 bi a receber da CCC - A Eletrobras vai recorrer da decisão da Agência Nacio...     20/08/2017   Cemig oferece pagar R$11 bi por usinas e busca garantias para evitar leilão - A Cemig ofereceu ao governo federal pagar 11 bilhões de rea...     20/08/2017   Citigroup lidera grupo de bancos para IPO da BR Distribuidora, diz fonte - O Citigroup e outros sete bancos devem coordenar a oferta inic...     20/08/2017   Licitação de unidade de gás da Petrobras terá poucas estrangeiras, dizem fontes - Diante de casos bilionários de corrupção envolvendo emp...     20/08/2017   Angra 1 vai parar por 60 dias para reabastecimento, diz Eletronuclear - A usina nuclear de Angra 1 será desligada a partir das 0h de sába...     20/08/2017   Linha de Transmissão Xingu-Terminal Rio obtém licença do Ibama - O Ibama emitiu a Licença de Instalação (LI) que autoriza o início das ob...     20/08/2017   Marcopolo exporta ônibus para o Catar - A Marcopolo fechou contrato para exportar 32 ônibus Viaggio 900 para o operador de fretamento QET...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

13/04/2008

Coca-Cola FEMSA padroniza frota de terceirizados com 480 caminhões Mercedes-Benz

Empresas

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

7,96

17 votos

José Carlos Cabral – DA REDAÇÃO/CANAL DO TRANSPORTE - Mais uma compra de peso comprova de vez o aquecimento da indústria nacional de caminhões.

Agora é a vez da Coca-Cola FEMSA, maior engarrafador da gigante de bebidas na América Latina, que, de uma tacada só, comprou nada menos que 480 caminhões Mercedes-Benz (fotos, divulgação).


Novo Mercedes-Benz Axor 2540 da Coca-Cola FEMSA

Negócio - Todos os caminhões adquiridos são destinados à renovação e padronização da frota das transportadoras terceirizadas que prestam serviços à Coca-Cola FEMSA no estado de São Paulo. O lote negociado inclui 435 semipesados Atego 1718 para entrega urbana de bebidas nos pontos de venda em localidades próximas a São Paulo, Jundiaí, Campinas, Santos e Litoral Norte. Os 45 restantes, dos modelos pesados Axor 2540 e 2640, para transferência de produtos entre as fábricas de Jundiaí, Jacareí e Mogi das Cruzes até os centros de distribuição. O negócio inclui ainda o tradicional contrato de manutenção de fábrica da montadora.



Novos caminhões Atego 1718 da Coca-Cola FEMSA em ação

De acordo com a montadora, com seus 53.000 quilos de PBTC (Peso Bruto Total Combinado) o Axor 2540 possibilita o transporte de até 30 paletes de bebidas utilizando um semi-reboque de três eixos distanciados. Já o Axor 2640 (74.000 quilos de PBTC) traciona rodotrens de 9 eixos e permite transportar até 40 paletes.



Axor 2540: até 30 paletes de bebidas

No caso do transporte entre as fábricas e os centros de distribuição, toda a logística foi redesenhada pela Coca-Cola FEMSA. Para aproveitar ao máximo a relação peso e espaço ocupado no caminhão, levando em conta a Lei da Balança, a empresa decidiu substituir carretas de 48.000 quilos de PBTC por composições com maior capacidade de transporte.



Uma das 435 novas unidades do Atego 1718 da Coca-Cola FEMSA

Para atender as especificações exigidas pela engarrafadora, a Mercedes-Benz realizou um amplo trabalho de consultoria de transporte. Segundo a empresa, incluiu a indicação de veículos ideais para as operações do cliente; elaboração de contratos de manutenção adequados ao projeto de logística e distribuição da empresa; dimensionamento e determinação do ponto ideal de renovação da frota, além do treinamento de motoristas para os novos caminhões.

O trabalho também envolveu pequenas adequações nos veículos. O Atego 1718, por exemplo, ganhou reforços no feixe de molas e no diferencial - o que, segundo a montadora, aumentou a robustez e a resistência do caminhão, resultando em maior disponibilidade do veículo e menores custos de manutenção. Já para o Axor 2540 da Coca-Cola FEMSA, com o objetivo de ganhar produtividade, criou uma versão mais curta de entreeixos: 3.100 mm.




Estrutura - Sediada no México e com uma força de trabalho de aproximadamente 6 mil colaboradores, a Coca-Cola FEMSA atua no Brasil, Argentina, Venezuela, Colômbia, Panamá, Costa Rica, Nicarágua e Guatemala. No mercado brasileiro, onde possui três fábricas e 12 centros de distribuição, a companhia opera em São Paulo (capital paulista, Campinas, Santos e litoral) e no Mato Grosso do Sul.

 

Por Canal do Transporte

 

Qual a sua avaliação?

3 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Chinesa CEFC está em negociações preliminares para comprar fatia na Rosneft

Abengoa Brasil recebe aprovação de credores para plano de reestruturação

Eletrobras criará canal de denúncias para melhorar controles

Eletrobras vai recorrer de decisão da Aneel e diz que tem R$2 bi a receber da CCC

Cemig oferece pagar R$11 bi por usinas e busca garantias para evitar leilão

Librelato e Randon apostam em super-rodotrem

Insegurança nas rodovias é a principal preocupação do caminhoneiro brasileiro

Piratas digitais atacam navios

Brasil tem o terceiro maior custo médico-hospitalar do mundo

Motobombas levam águas do São Francisco à região metropolitana de Fortaleza

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística