Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 28 DE JULHO DE 2017

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  27/07/2017   Governo Temer vai cortar R$ 7,5 bilhões de obras do PAC - Programa de Aceleração do Crescimento terá bloqueio de R$ 5,2 bilhões. Outros R...     27/07/2017   Despesas do PAC este ano caem de R$ 36,071 bi para R$ 19,686 bi, diz ministro - O corte de R$ 5,951 bilhões no Orçamento Federal anunciad...     27/07/2017   Depois da França, Reino Unido também irá banir os motores a combustão - O Reino Unido anunciou nesta quarta-feira que a venda de carros n...     27/07/2017   Insegurança e falta de estrutura: após quase 10 anos, Trensurb pede reajuste de 47% na passagem - A Trensurb​ quer aumentar o valor...     27/07/2017   Itaquaquecetuba sedia audiência pública do Ferroanel nesta quinta - Nesta quinta-feira (27), em Itaquaquecetuba, uma audiência pública di...     27/07/2017   Governo e Consórcio VLT Cuiabá-Várzea Grande entregam novo cronograma das obras à Justiça nesta 5ª - O governo estadual e o Consórcio VLT...     27/07/2017   Governo conta com concessões para cobrir rombo no Orçamento - Mesmo com questionamentos judiciais e indefinições de regras, o governo não...     27/07/2017   Segurança dos motociclistas: uma urgência - Como alternativa a um transporte público caro e deficiente, para driblar o trânsito caótico, ...     27/07/2017   Tecnologia pode tornar o trânsito um espaço mais seguro e humano - Ponderar entre os prós e contras desses recursos é papel do motorista.     27/07/2017   Ministério da Cultura e Instituto CCR oferecem espetáculos do Buzum! neste domingo (30), no Parque da Cidade - Serão 14 apresentações gra...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

17/07/2017

Petrobrás passou a ser a empresa de petróleo mais endividada do mundo, alerta OMC

Empresas

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

Os escândalos de corrupção na Petrobrás e sua política de preços levaram a estatal brasileira a ser a empresa de petróleo mais endividada do mundo. A constatação faz parte do informe produzido pela OMC e que avalia a situação da política comercial do Brasil.

“Depois que durante anos a empresa se utilizou de generosa renda como instrumento de política social, desde 2016 a Petrobrás corta gastos e vende ativos, além de ter enfrentando um grande escândalo de corrupção”, apontou o informe.

“A empresa, que tem uma dívida de cerca de US$ 125 bilhões, tem a previsão de que sua produção seja reduzida a 2,1 milhões de barris por dia, ainda que espere alcançar 2,7 milhões em 2020”, apontou. “Os fatos que ocorreram no país, em combinação com um contexto de preços baixo de petróleo, contribuíram para que a Petrobrás passasse de obter lucros para sofrer grandes perdas entre 2014 e 2015”, disse.

Um dos responsáveis por essa dívida teria sido a política de preços da Petrobrás. A empresa, de acordo com a OMC, foi “cobrindo a diferença entre os preços do mercado mundial e o preço nacional (de combustíveis)”. “Essa política custou à empresa bilhões de dólares e contribuiu para convertê-la na empresa petroleira mais endividada do mundo”, constatou a OMC.

De acordo com o informe, a “política parece ter provocado nos últimos anos uma perda nas vendas de petróleo de cerca de R$ 60 bilhões (US$ 17,4 bilhões)”.

A OMC admite que, em 2016, a estatal anunciou uma nova política para determinar os preços da gasolina e diesel nas refinarias. “De acordo com a nova política, os preços de petróleo se atualizam a cada mês, sobre a base das variações dos preços internacionais, da taxa de juros, as margens de transporte e condições do mercado nacional, além de não se permitir que caiam abaixo da paridade internacional”, completou.

Fonte: O Estado de S.Paulo

 

Por O Estado de São Paulo - SP

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

CCR vai recorrer à Justiça para manter duas rodovias

Petrobras aprova nova emissão de debêntures no total de até R$ 5 bilhões

Triunfo Participações e Investimentos é retirada dos índices de governança da bolsa

Estrangeiras devem avançar sobre espaço das estatais elétricas

João Rocha assume gerencia nacional de produtos e marketing da BMC-Hyundai

Governo Temer vai cortar R$ 7,5 bilhões de obras do PAC

Despesas do PAC este ano caem de R$ 36,071 bi para R$ 19,686 bi, diz ministro

Depois da França, Reino Unido também irá banir os motores a combustão

Insegurança e falta de estrutura: após quase 10 anos, Trensurb pede reajuste de 47% na passagem

Itaquaquecetuba sedia audiência pública do Ferroanel nesta quinta

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística