Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 23 DE SETEMBRO DE 2014

Email
HOME
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  23/09/2014   Início de obras de Duplicação da BR 376 RODOVIA DO CAFÉ: FRENTE APUCARANA - Rodovia do Café terá mais 11 quilômetros, entre Apucarana e C...     23/09/2014   Teatro Polytheama recebe 4º Concurso Musical CCR AutoBAn - Concerto, realizado em parceria com o Projeto Guri, anuncia os vencedores do C...     23/09/2014   Philips vai separar negócio de iluminação e formar companhia separada - A Philips disse nesta terça-feira que a empresa será dividida em ...     23/09/2014   Petróleo opera em alta com indicador industrial da China - Os contratos futuros de petróleo operam em alta nesta terça-feira, 23, após o ...     23/09/2014   Crescem os prejuízos do setor elétrico - Crescem as perdas das empresas do setor de eletricidade decorrentes da mudança do marco regulató...     23/09/2014   Educação para o século 21 - o que falta aprender - A divulgação dos resultados do Pisa - teste internacional de qualidade da educação org...     23/09/2014   Trens regionais - Estudos que indicam para breve a saturação das Rodovias Bandeirantes e Anhanguera levaram o governo do Estado a apressa...     23/09/2014   CCR NovaDutra inicia campanha para orientar romeiros e motoristas na via Dutra - Campanha conta com dicas de segurança na CCRFM, além de ...     22/09/2014   Rodoanel Leste atrai 35% da demanda prevista e trânsito piora - Média é de 13 mil veículos pesados/dia, ante estimativa de 37 mil; tráfeg...     22/09/2014   Para Dersa, tendência de piora diminuiu - Presidente destaca que aumento nos congestionamentos, em comparação com 2013, chegava a 45% ant...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

10/03/2008

Crossover, o carro da moda nos Estados Unidos, chega ao Brasil

Comex - Mundo

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

6,74

8 votos

Eles são robustos, mas não são jipes. São confortáveis e de menor porte, mas não são carros de passeio.

Um cruzamento de automóvel, van e utilitário-esportivo deu origem a mais um segmento no mercado automobilístico, chamado de crossover. Lá fora, é um dos que mais crescem em vendas. No Brasil, tem poucos representantes, mas ganhará reforço com o lançamento, este ano, de pelo menos sete modelos, todos importados, a maioria com preços que vão além dos R$ 100 mil, ou seja, uma faixa premium, de alto luxo.

O conceito de crossover, segundo as fabricantes, é deturpado no País, às vezes confundido com o de fora-de-estrada (off-road) e com os utilitários-esportivos, categoria da qual é derivado direto.

'Os crossovers são modelos que mantêm as vantagens de um utilitário-esportivo, como plataforma mais elevada e tração nas quatro rodas, somadas ao estilo de um carro de passeio, mais ágil e fácil de estacionar', define o diretor de vendas e marketing da Volvo Car, Marcos Saade.

Nos Estados Unidos, os crossovers são apresentados como alternativa aos grandes utilitários-esportivos (SUVs, na sigla em inglês), considerados 'beberrões' de combustível, poluentes e espaçosos. A Volvo calcula que as vendas dos modelos desse segmento híbrido vão crescer 75% no mundo todo, passando das 253 mil unidades previstas para este ano para 443 mil em 2009.

A Volvo apresentou na semana passada, no Salão do Automóvel de Genebra, o crossover XC60, que começará a ser vendido em vários países no segundo semestre. No Brasil, o modelo será apresentado no Salão do Automóvel de São Paulo, em outubro, e estará à venda dois meses depois, a preços estimados entre R$ 180 mil e R$ 200 mil.

O XC60 será produzido na Bélgica e a montadora estima vendas de 50 mil unidades, sendo 40% na Europa, 40% nos EUA e 20% no resto do mundo. O Brasil deverá receber cerca de 150 unidades ao mês. Saade acredita que a concorrência nesse segmento será forte no País, e que muitas marcas vão se aproveitar do conceito, mesmo sem ter em seu portfólio 'um crossover oficial'.

Entre as características do autêntico crossover, ele cita altura do solo similar ao de um SUV; pneus largos, interior com conforto e alta tecnologia; tração automática 4x4 nas rodas (que permite maior estabilidade ao veículo); e estepe interno. 'Eles vão manter o estilo e a sensação de um SUV, mas com benefícios de um automóvel', descreve Saade.

Na definição de Arison Souza, diretor de marketing da Nissan, o crossover é uma categoria dentro do segmento dos SUVs que, segundo ele, 'são picapes fechadas'. O crossover, opina, é desenvolvido na plataforma de um automóvel, porém é alto como uma picape e confortável como um sedã.

A Nissan importa do Japão, desde 2006, o Murano, veículo que a empresa caracteriza como crossover, mas que no mercado é tratado como SUV. O modelo custa R$ 193 mil e vendeu 120 unidades em 2007. Souza diz que a marca terá um novo produto nesse segmento, mas não revela detalhes. Embora se especule que o escolhido seria o Nissan Qashqai, crossover lançado recentemente no Japão, Souza diz que não é esse o produto eleito pela marca para ser vendido no Brasil.

MODA

'O crossover está na moda, mas, no fundo, não deixa de ser uma perua com suspensão mais alta e apelo diferenciado de design', diz o diretor da consultoria ADK, Paulo Roberto Garbossa. Ele ressalta, porém, que os crossovers são de uso misto e 'se comportam bem tanto na cidade quanto na estrada e em terrenos acidentados'.

Já os modelos chamados de fora-de-estrada, normalmente confundidos com os crossovers, são mais adequados ao uso em áreas de terra, mas acabaram atraindo consumidores urbanos, o que explica o aumento das vendas no Brasil nos últimos anos e o lançamento de produtos que imitam as características desses veículos.

Categorias

Crossover

Cruzamento de automóvel, van e utilitário-esportivo. Usa plataforma de sedã, é alto como um SUV, tem tração nas rodas, pneus largos, interior confortável. Transporta 5 passageiros. Exemplos: ver quadro

Off-road

Veículos robustos desenvolvidos para uso fora-de-estrada, em trilhas de terra, terenos acidentados com muitos buracos e lama. Muito adequados para ralis. Exemplos: Defender, Pajero e Wrangler

SUV

Sigla para utilitário-esportivo. Tem estilo de jipe ou picape fechada. É mais alto que um automóvel, tem tração em 2 ou nas 4 rodas. Transporta até sete passageiros. Exemplos: Q7, EcoSport e Cherokee

 

Por O Estado de São Paulo

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Recomendar   Imprimir

Clique para ampliar

Leia Também

Petróleo opera em alta com indicador industrial da China

Minério de ferro deve se recuperar a US$100 em até 9 meses, diz Saxo Bank

Preços da gasolina nos EUA caem US$0,09 nas duas últimas semanas, diz pesquisa

Fila de navios para embarque de açúcar no Brasil sobe de 27 para 36

UE irá multar mais fabricantes de autopeças por formação de cartel, diz Almunia

Início de obras de Duplicação da BR 376 RODOVIA DO CAFÉ: FRENTE APUCARANA

Teatro Polytheama recebe 4º Concurso Musical CCR AutoBAn

Philips vai separar negócio de iluminação e formar companhia separada

Daimler diz que quer ajustar produção em unidade brasileira de caminhões

Crescem os prejuízos do setor elétrico

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

UFRGS

Federasul

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística