Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 29 DE SETEMBRO DE 2016

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  28/09/2016   Duplicação de rodovia fica inviável - Dentro da carteira de concessões da Invepar, a da BR-040 é a que hoje apresenta o cenário mais deli...     28/09/2016   Consórcio Construtor Belo Monte realiza novo leilão de ativos até o próximo dia 03/10 - O Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM), maior c...     28/09/2016   Opep cortará produção em 750.000 barris por dia, informa Bloomberg News - A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) concor...     28/09/2016   EUA reduz reservas de petróleo, aponta informe semanal - As reservas de petróleo dos Estados Unidos caíram na semana passada contra o que...     28/09/2016   Governo de SP prevê venda da Cesp em 2017 e prepara contratação de bancos - O governo de São Paulo acredita que é possível concluir ainda...     28/09/2016   Esqueça a Ásia e a Europa: América do Sul recebe GNL dos EUA - A suposição era que o gás natural liquefeito (GNL) dos EUA teria a Ásia e ...     28/09/2016   Setor está preparado para retomada do crescimento, diz EPE - O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Luiz Augusto Barroso, ...     28/09/2016   Com cerca de US$ 380 milhões e 830 GWh por ano, Enel constrói o parque eólico Morro do Chapéu Sul, na Bahia - A Enel, por meio da sua sub...     28/09/2016   OAS e BR-040 limitam expansão da Invepar - Com mais de oito mil funcionários e 12 concessões compondo seu portfólio, a holding de infraes...     28/09/2016   Governo discute hedge cambial para financiamento de concessão, diz BNDES - A diretora de infraestrutura do Banco Nacional de Desenvolvime...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

04/05/2006

O Modal Infoviário

Artigos / Entrevistas

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

8,5

2 votos

Há um ano, durante a feira Intermodal 2005, aconteceu o 2º Seminário FIESP de Logística, quando foram discutidos os sérios problemas enfrentados pelas empresas dos diversos modais: aeroviário, hidroviário, rodoviário, ferroviário, além de um modal até então por mim desconhecido conceitualmente: o modal dutoviário.

Afinal, um duto é sim uma via de transporte de cargas fluidas. Transportar óleo, por exemplo, de um ponto a outro. Porém, senti falta de uma discussão mais profunda sobre a fundamental importância da Tecnologia da Informação – TI no setor.

Na oportunidade, o representante do Departamento de Infra-Estrutura da FIESP, Saturnino Sérgio, se disse frustrado por ter que discutir no evento exatamente os mesmos temas do ano anterior (2004), o que representava que nada havia melhorado no setor, principalmente no que tangia aos investimentos públicos em infra-estrutura de portos, ferrovias e estradas, bem como da legislação e dos tributos que penalizam o setor produtivo. O positivo foi constatar a modernização das empresas, que investiram pesado para ganhar competitividade e eficiência nas suas operações.

Naquele Seminário, confesso que voltei para casa consternado, pois Santos – o Porto – era insistentemente citado como o grande vilão, causa e conseqüência dos problemas de logística e comércio exterior do Brasil. Como sou santista nascido, criado e torcedor, não consegui ficar conformado.

Na 3ª edição do Seminário, ocorrida em 26 e 27 de abril deste ano, tive a oportunidade de apresentar ao mercado de logística alguns produtos e soluções em TI desenvolvidas por empreendedores da Incubadora de Empresas de Santos, que atenderam necessidades desse importante setor da economia. Soluções em software livre, como um Buscador Corporativo – coisa que nem o Google tem – além de Portais Corporativos, consultoria web para cadeias de suprimentos (projeto premiado em congressos científicos na FGV-SP e no Chile), além de “pacotes de software” homologados pela Receita Federal para gestão de operadores portuários, gestão de exportação e de faturamento para recintos alfandegados; gestão de instalações portuárias alfandegadas; visualização gráfica de pátios de cargas e contêineres; além de monitoramento e rastreamento de veículos em tempo real. Soluções que atendem as especificidades do Porto de Santos e da legislação brasileira. Tudo “made in Santos”.

Esses criativos empreendedores encontraram clientes que tiveram a coragem de apostar em seu potencial de conhecimento, para confiar-lhes o desenvolvimento de soluções para seus gargalos operacionais. Em vez de contratarem soluções “prontas”, importadas, de custos proibitivos com licenças e consultoria para implantação e à chamada “tropicalização” (imagine um abacaxi sobre o seu monitor de PC), os empresários locais acreditaram ser possível ter fornecedores locais de TI. O Brasil agradece.

A tecnologia da informação é fundamental para entender as complicadas cadeias de suprimento e a multimodalidade. As empresas de logística não são meras transportadoras. Operam toda a inteligência da operação, da origem ao destino. É nesse contexto que sugiro que se estabeleça o que chamo de “modal infoviário”, com a internet como a grande via, onde se “navega” transportando informação, utilizando como veículos as soluções web em TI, aliadas às novas tecnologias em telecomunicações. É através da eficiência em coletar e distribuir informações de qualidade que são solucionados muitos dos problemas da logística.

Atendendo-se as demandas tecnológicas do setor de logística e comércio exterior, seus gargalos operacionais não físicos são solucionados, o que aumenta a eficiência dos serviços e a competitividade. Com empresas de logística mais eficientes, somos capazes – com a infra-estrutura atual – de otimizar o escoamento da produção paulista e nacional, tanto agrícola quanto industrial. Afinal, Santos é responsável por 40% da movimentação de cargas do país. Só isso já a caracteriza como Portal do Brasil. Como um bom “portal corporativo” da empresa Brasil S.A., deve ser uma ferramenta de excelência em informação.

*Santiago Carballo é coordenador da Incubadora de Empresas de Santos

 

Por NetComex

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Recomendar   Imprimir

Clique para ampliar

Leia Também

Racionamento de água e de energia, oportunidades de negócios lucrativos

As vulnerabilidades e necessidades de segurança da Internet das Coisas

Cobrança indevida na conta de energia elétrica

Alocação de riscos nos projetos de infraestrutura

Os "olimpistas"

Duplicação de rodovia fica inviável

Consórcio Construtor Belo Monte realiza novo leilão de ativos até o próximo dia 03/10

Opep cortará produção em 750.000 barris por dia, informa Bloomberg News

EUA reduz reservas de petróleo, aponta informe semanal

Governo de SP prevê venda da Cesp em 2017 e prepara contratação de bancos

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística