Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 23 DE JANEIRO DE 2018

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  22/01/2018   Como a Coreia do Norte burla as sanções e recebe carga ilegal em alto-mar - Dois navios se encontraram à luz do dia no meio do mar da Chi...     22/01/2018   Novos sistemas de logística ainda são gargalo no e-commerce, diz professor da FGV - A logística de e-commerce traz desafios tanto para as...     22/01/2018   Goodyear tem pneus competitivos para todos os terrenos do Rally Dakar - Características exclusivas tornam os compostos extremamente compe...     22/01/2018   Infraero autoriza aumento de capacidade e aeroporto de Cuiabá pode ter voos para Colômbia e Paraguai - A Empresa Brasileira de Infraestru...     22/01/2018   Ainda "empacado", voo internacional pode começar a ser operado no primeiro semestre - O voo internacional da Azul, que deve ligar Cuiabá ...     22/01/2018   Obras e pedágio rendem R$ 23,2 mi a municípios por onde passam trechos privatizados da BR-163 - Os 19 municípios por onde passam trechos ...     22/01/2018   Uso de big data impõe desafios à mobilidade urbana no Brasil - CNT participa de debate sobre o tema durante o 2º Seminário Mobilidade Urb...     22/01/2018   Estados e DF terão metas para reduzir mortes no trânsito - Lei prevê criação do Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito.     22/01/2018   Grupo PSA unifica gestão de marcas no Brasil - Ana Borsari assume as três marcas; Paulo Solti comandará desenvolvimento.     22/01/2018   Byton quer transformar carro em dispositivo tecnológico - Startup fundada por executivos que vieram da BMW vai fabricar autônomos.  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

25/10/2012

Governo do Estado quer cancelar privatização da BR 101

Política

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

?

0 votos

Em encontro com empresários paulistas realizado nesta quarta-feira (23) em São Paulo, o governador Renato Casagrande demonstrou irritação com o andamento da concessão do trecho da BR 101 no Espírito Santo. O processo se arrasta desde janeiro, quando saiu o resultado do leilão. Ele falou pela primeira vez em cancelamento do edital. Na semana passada, Casagrande fez uma sondagem junto à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), responsável pelo certame, sobre essa possibilidade.

"Eu quero é resolver o problema. O que temos hoje é um imbróglio judicial que só prejudica o andamento do processo e os interesses do Espírito Santo. Se isso não se resolver até o mês que vem, vamos começar a trabalhar com a possibilidade de cancelamento do edital. Não podemos esperar mais, novembro é o limite para essa situação atual", assinalou o mandatário, que promete ligar novamente para a ANTT na semana que vem.

O vencedor do leilão foi o consórcio Rodovia da Vitória. O Consórcio Capixaba, segundo colocado na disputa, questionou na Justiça as falhas existentes no plano de negócio apresentado pelo vencedor do certame.

As várias ações protocoladas na Justiça e no Tribunal de Contas da União (TCU) resultaram na suspensão da homologação do resultado do leilão e no adiamento da assinatura do contrato, inicialmente previsto para o dia 12 de julho. O primeiro colocado apresentou recurso contra as decisões judiciais e a ANTT foi liberada para homologar o resultado da disputa. Mas ainda estão em vigor medidas liminares que impedem a assinatura do contrato.

Além da demora, a nova modelagem proposta pela ANTT e já utilizada nas concessões das BRs 040 e 116, pôs combustível na vontade de Casagrande de anular o leilão. São duas as alterações que mais atraíram a atenção do governador: o prazo para o início da cobrança do pedágio passaria de 12 para 18 meses após a assinatura do contrato e a rodovia teria de estar 100% duplicada em cinco anos, bem abaixo dos 24 do contrato firmado na concessão da BR 101 no Espírito Santo.

"As condições de fato são melhores para o usuário. Duplicação em cinco anos, pedágio só em 18 meses, isso também conta, mas o foco principal é dar celeridade ao processo, seja qual for o ganhador da concessão".

Além de lamentar a situação da BR 101, o governador, muito questionado pelos empresários paulistas sobre a logística do Estado, aproveitou a ocasião para alfinetar a Infraero. "Continuamos sem novidades sobre o aeroporto. Aproveitei para fazer uma reclamação pública sobre a dificuldade da Infraero em resolver minimamente o problema". Casagrande também criticou o Exército por não conseguir executar o projeto da pista.

Estado ainda sem novidades sobre montadoras - A chegada de montadoras de automóveis no Espírito Santo segue em banho-maria. Vinte dias depois do anúncio do novo regime automotivo brasileiro, não há novidades, pelo menos para o Estado. Já Santa Catarina vai receber a BMW e a Bahia, a JAC Motors.

"Continua tudo na mesma. Por enquanto vêm Marcopolo (a fabricante de ônibus anunciou uma planta para São Mateus) e CN Auto (em julho, anunciou fábrica para Linhares)", disse o governador Renato Casagrande.

A expectativa do governo era de que, com o anúncio do novo regime automotivo, uma série de montadoras que já negociam com o Estado há algum tempo anunciassem suas vindas. Por enquanto, nada andou.

Uma delas seria a Land Rover, que promete anunciar sua decisão até o final do ano. A informação é do diretor-presidente da Jaguar Land Rover na América Latina, Flávio Padovan, acrescentando que a montadora analisa o projeto frente ao novo regime automotivo (Inovar Auto), que valerá de 2013 a 2017.

"Temos o desejo de produzir no Brasil, mas somente anunciaremos uma decisão após a conclusão dos estudos", disse Padovan, em entrevista no 27º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo. O executivo não falou sobre investimento, capacidade de produção ou local de instalação da possível fábrica. Padovan afirmou apenas que a empresa vai adotar uma estratégia agressiva para suportar a chegada de novos produtos, com o aumento da rede de concessionárias.

Em março, a Brasil Montadora de Veículos (Bramo) assinou um protocolo de intenções para a instalar uma fábrica em Linhares. Um investimento de US$ 300 milhões que ainda não foi confirmado pela empresa.

 

Por A Gazeta - ES

 

Qual a sua avaliação?

0 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Temer ainda trocará 13 diretores de agências reguladoras em 2018

Comunidade Portuária reforça ações de combate à dengue

Ministério da Fazenda nega interferência em política de preços da Petrobras

Leilões do Porto de Paranaguá esperam apenas sinal verde do TCU

Auditoria evita "golpe contratual" de R$ 350 milhões nas obras do VLT de MT

Como a Coreia do Norte burla as sanções e recebe carga ilegal em alto-mar

Novos sistemas de logística ainda são gargalo no e-commerce, diz professor da FGV

Goodyear tem pneus competitivos para todos os terrenos do Rally Dakar

Infraero autoriza aumento de capacidade e aeroporto de Cuiabá pode ter voos para Colômbia e Paraguai

Ainda "empacado", voo internacional pode começar a ser operado no primeiro semestre

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística