Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 28 DE JULHO DE 2016

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  27/07/2016   Ampla Energia triplica prejuízo no 2º trimestre, para R$ 110,3 milhões - A Ampla Energia e Serviços, distribuidora de energia elétrica, c...     27/07/2016   Com novo governo, fundos miram novos investimentos no país - Os setores de infraestrutura, agronegócios, saúde e educação estão na mira d...     27/07/2016   Codesp define em 15 dias detalhes de concurso público - A Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) pretende realizar ainda neste a...     27/07/2016   Neblina no Porto causa prejuízo de R$ 807,6 mil - A interrupção de, aproximadamente, 16 horas no tráfego aquaviário do Porto de Santos, n...     27/07/2016   Bunge e AMAGGI ampliam parceria para escoamento de grãos via Corredor Norte - A Bunge e a AMAGGI anunciam que estão ampliando a parceria ...     27/07/2016   Governo estuda rever regras protecionistas do pré-sal, dizem fontes - A maré está virando para as petroleiras estrangeiras que em 2010 vi...     27/07/2016   Exportação pelo porto de Vila do Conde cai 70% em 2016, diz CDP - O funcionamento parcial do porto da Vila do Conde, em Barcarena, no nor...     27/07/2016   A importância de mudar, mesmo vencendo - Onix e Prisma 2017 recebem alterações de estilo e técnicas.     27/07/2016   O mito da crise como explicação para a redução nas mortes no trânsito - Poucas coisas são melhores que reclamar de tudo. Nada está bom. Q...     27/07/2016   Feira Transportar 2016 terá Encontro de Negócios - A 10ª Feira Transportar – Feira de Transporte Intermodal e Logística ocorrerá de 10 a ...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

02/03/2007

Vittorio Medioli (PV/MG) dono do grupo Sada responde a novo inquérito no Supremo

Política

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

7,57

12 votos

O ex-deputado federal Vittorio Medioli (PV/MG), proprietário do grupo Sada (um dos maiores conglomerados de empresas que atua no setor de transporte de veículos no país) foi indiciado novamente em inquérito que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), a pedido do Ministério Público Federal e da Polícia Federal de Minas Gerais, onde está localizada a sede da maior empresa do grupo.

O inquérito, que corre sob segredo de Justiça tem como relator o ministro Celso de Mello. Medioli é acusado de cometer crime contra o sistema financeiro.

Mas há bons motivos para se concluir que o ministro Celso de Mello pretende avaliar também possível envolvimento de

Vittorio Medioli (MG)
Inquérito 1929 - Crime contra a ordem econômica, domínio de mercado, cartel (transporte de veículos "cegonheiros")
Inquérito 1376 - Crime contra a ordem tributária, sonegação fiscal
Medioli no gigantesco cartel que controla a totalidade do setor de transporte de veículos novos no país. No dia 15 de maio deste ano, um ofício do STF chegou ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), solicitando informações do processo que apura a formação de cartel nesse setor.

A Secretaria de Direito Econômico (SDE) investigou o setor e pediu ao Cade a condenação da Associação Nacional das Empresas Transportadoras de Veículos (ANTV) e o Sindicato dos Cegonheiros de São Paulo (Sindicam), por formação de cartel. Medioli presidiu a ANTV entre 2002 e 2004. O processo está agora no Ministério Público Federal, em Brasília, aguardando parecer para depois ir a julgamento no plenário do órgão. A procuradoria do Cade já deu parecer favorável à condenação das duas entidades.

No relatório final do inquérito conduzido pela Polícia Federal do Rio Grande do Sul, que também correu em sigilo, Medioli, apesar dos indícios do seu envolvimento na formação de cartel, não foi indiciado junto com outras seis pessoas. De acordo com a PF, o deputado só não teve seu nome incluído, em função do lapso temporal a ser despendido na solicitação de licença ao STF para a formalização do indiciamento, tendo em vista a sua prerrogativa constitucional. Além disso, a autoridade policial federal optou pela celeridade na conclusão dos trabalhos de investigação.

No passado, o deputado já foi indiciado, mas o STF arquivou o procedimento por não ter colhido, na peça, prova capaz de dar prosseguimento ao inquérito.

 

Por Anticartel.com/ (gilson.n@anticartel.com)

 

Qual a sua avaliação?

4 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Recomendar   Imprimir

Clique para ampliar

Leia Também

Omissão da Antaq

Daer abre período de recadastramento de inativos e pensionistas

Governo quer agência de transporte de gás natural

Audiência pública discute a cobrança pela disponibilidade da rede de esgoto

MP entra com recurso para impedir multa de R$ 1,5 mil em faixas da Rio 2016

Ampla Energia triplica prejuízo no 2º trimestre, para R$ 110,3 milhões

Com novo governo, fundos miram novos investimentos no país

Codesp define em 15 dias detalhes de concurso público

Neblina no Porto causa prejuízo de R$ 807,6 mil

Bunge e AMAGGI ampliam parceria para escoamento de grãos via Corredor Norte

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística