Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 31 DE JULHO DE 2015

Email
HOME
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  31/07/2015   Os desafios do planejamento de distribuição de bebidas para grandes eventos - O Brasil é, sem dúvida, um país conhecido por suas comemora...     31/07/2015   Motoristas reclamam das condições das rodovias privatizadas no Brasil - Pesquisa feita pela internet mostrou insatisfação com rodovias. M...     31/07/2015   Governo bloqueia R$ 2 bilhões do PAC e recursos da Saúde e Educação - Valor do corte extra, conforme dito semana passada, é de R$ 8,6 bil...     31/07/2015   Número em peça de avião achada é de um Boeing 777, diz Malásia - Peça que seria da asa de uma aeronave foi achada em Madagascar. Voo MH37...     31/07/2015   Guia dos SUVs: compare os modelos novos e os mais vendidos - G1 mostra dados de 9 carros até a faixa dos R$ 90 mil. A base são critérios ...     31/07/2015   Etanol pode reduzir a importação de gasolina - Um levantamento feito pela União da Indústria da Cana de açúcar (Unica) mostra que a maior...     31/07/2015   Empresas atuais são as que seguem na disputa para operar ônibus - A prefeitura publicou nesta quinta-feira no Diário Oficial de Porto Ale...     31/07/2015   Leilão da Bacia de Pelotas deve render até R$ 1,8 bilhão - A diretora-geral da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustívei...     31/07/2015   Gasoduto pode interligar cinco países do continente - Projeto seria a solução para o fornecimento à usina AES Uruguaiana.     31/07/2015   RECUPERAÇÃO DE TALUDE AFETA O TRÂNSITO - Nos próximos dias, a população da Capital verá uma retroescavadeira atravessar o Arroio Dilúvio ...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

02/03/2007

Vittorio Medioli (PV/MG) dono do grupo Sada responde a novo inquérito no Supremo

Política

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

7,57

12 votos

O ex-deputado federal Vittorio Medioli (PV/MG), proprietário do grupo Sada (um dos maiores conglomerados de empresas que atua no setor de transporte de veículos no país) foi indiciado novamente em inquérito que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF), a pedido do Ministério Público Federal e da Polícia Federal de Minas Gerais, onde está localizada a sede da maior empresa do grupo.

O inquérito, que corre sob segredo de Justiça tem como relator o ministro Celso de Mello. Medioli é acusado de cometer crime contra o sistema financeiro.

Mas há bons motivos para se concluir que o ministro Celso de Mello pretende avaliar também possível envolvimento de

Vittorio Medioli (MG)
Inquérito 1929 - Crime contra a ordem econômica, domínio de mercado, cartel (transporte de veículos "cegonheiros")
Inquérito 1376 - Crime contra a ordem tributária, sonegação fiscal
Medioli no gigantesco cartel que controla a totalidade do setor de transporte de veículos novos no país. No dia 15 de maio deste ano, um ofício do STF chegou ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), solicitando informações do processo que apura a formação de cartel nesse setor.

A Secretaria de Direito Econômico (SDE) investigou o setor e pediu ao Cade a condenação da Associação Nacional das Empresas Transportadoras de Veículos (ANTV) e o Sindicato dos Cegonheiros de São Paulo (Sindicam), por formação de cartel. Medioli presidiu a ANTV entre 2002 e 2004. O processo está agora no Ministério Público Federal, em Brasília, aguardando parecer para depois ir a julgamento no plenário do órgão. A procuradoria do Cade já deu parecer favorável à condenação das duas entidades.

No relatório final do inquérito conduzido pela Polícia Federal do Rio Grande do Sul, que também correu em sigilo, Medioli, apesar dos indícios do seu envolvimento na formação de cartel, não foi indiciado junto com outras seis pessoas. De acordo com a PF, o deputado só não teve seu nome incluído, em função do lapso temporal a ser despendido na solicitação de licença ao STF para a formalização do indiciamento, tendo em vista a sua prerrogativa constitucional. Além disso, a autoridade policial federal optou pela celeridade na conclusão dos trabalhos de investigação.

No passado, o deputado já foi indiciado, mas o STF arquivou o procedimento por não ter colhido, na peça, prova capaz de dar prosseguimento ao inquérito.

 

Por Anticartel.com/ (gilson.n@anticartel.com)

 

Qual a sua avaliação?

4 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Recomendar   Imprimir

Clique para ampliar

Leia Também

Colombo negocia questões sobre o Porto de Itajaí e a carne suína de SC

SUPRG quer participação da sociedade durante a dragagem

"Transporte" atrai público pequeno ao Oraçamento Participativo

Governo pretende levar acordo sobre déficit hídrico à Aneel

Secretaria de Portos lança consulta pública de Antonina e Paranaguá

Os desafios do planejamento de distribuição de bebidas para grandes eventos

Motoristas reclamam das condições das rodovias privatizadas no Brasil

Rio 2016: secretaria instala novas ecobarreiras na Baía de Guanabara

Governo bloqueia R$ 2 bilhões do PAC e recursos da Saúde e Educação

Número em peça de avião achada é de um Boeing 777, diz Malásia

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Federasul

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística