Fale Conosco pelo MSN ou Skype

 24 DE ABRIL DE 2018

Email
HOME
QUEM SOMOS
Capacitação
Consultoria
PESQUISAS
NOTÍCIAS
Editorial
Destaques
Artigos / Entrevistas
Logística
Trânsito
Multimodalidade
Empresas
Comex - Mundo
Economia
Mercosul / Cone Sul
Tecnologia
Política
Legislação
Eventos e Cursos
Agência Intelog
ASSINE GRÁTIS
TODAS EDIÇÕES
INTELOG WIDGET
INTELOG TICKER
RSS
Entre em Contato
Tornar página inicial
Adicionar aos favoritos
Mapa do Portal
Recomendar
Imprimir esta página
Translate This Page

  Tempo



 

  Ferramentas

Calcule o tempo e as rotas para sua viagem
Show My Street - Passeio virtual pelas ruas do mundo
Flightradar 24 - Tráfego Aéreo em Tempo Real
Dados e Informações de Todos os Países do Mundo - IBGE
Veja a hora em tempo real no mundo todo - TimeTicker.com
Leia jornais de todo o planeta - Newseum.org

  24/04/2018   Venda de veículos deve desacelerar no País - O presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Anton...     24/04/2018   RGE Sul constrói 21 Km de rede nova em Itaqui - Distribuidora investe R$ 7,41 milhões na modernização do sistema elétrico do município, o...     23/04/2018   A ANGÚSTIA E AS ALTERNATIVAS NA LUTA PELA DUPLICAÇÃO - A mobilização da zona sul gaúcha em torno da duplicação da BR-116, reforçada pelo ...     23/04/2018   Área rural busca mais energia - Na primeira metade desta década, o programa Luz Para Todos foi encerrado no Rio Grande do Sul com o saldo...     23/04/2018   Mobilização cobra ação do governo federal para conclusão da BR-116 - Uma mobilização em torno das intermináveis obras de duplicação do tr...     23/04/2018   Porto de Santos: difícil acesso - SÃO PAULO – Embora seja responsável por 27% da movimentação do comércio exterior brasileiro, o porto de...     23/04/2018   CCR NovaDutra realiza operação especial de atendimento no feriado do Dia do Trabalho - Tráfego na via Dutra deve aumentar a partir da tar...     23/04/2018   OpenTech anuncia vencedores do Prêmio Mover Eficiência em Logística - Indústria do segmento agroquímico, a Adama Brasil conquistou o prim...     23/04/2018   Programa Caminhos para Cidadania oferece formação EAD aos professores da rede pública de ensino de Osasco - A formação atenderá mais de 5...     23/04/2018   AB Triângulo do Sol realiza palestra sobre segurança viária na Embrapa de São Carlos - A AB Triângulo do Sol, concessionária do Programa ...  
Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Clique para ampliar

24/10/2010

Plástico reciclado na ferrovia

Multimodalidade

Translate to EnglishTraducir al EspañolÜbersetzung der Deutschen意大利語翻譯Traduit en FrançaisTraduci in Italiano

Nota

10

1 votos

A Wisewood, empresa de madeira plástica, com sede em Itatiba (SP), está em busca de investidores para promover sua expansão no país.

Primeira fabricante de dormentes de plásticos a partir de lixos residuais em escala industrial, a companhia tem contrato fechado com a concessionária de ferrovias MRS Logística e seus produtos já estão sendo testados pela Vale.

Controlada pelo empresário Rogério Igel, um dos acionistas controladores do grupo Ultra, a empresa está em conversações com alguns fundos de investimentos, entre eles, o Stratus. Esse fundo já é sócio de outra empresa de Igel, a Ecosorb, especializada em gerenciamento ambiental.

Criada em 2007 e com primeiro contrato fechado no início deste ano com a MRS, a Wisewood aposta agora no segmento de pisos industriais, utilizados em larga escala pela construção civil e também na fabricação de "decks" (revestimentos para áreas externas).

A Wisewood é especializada em dormentes para reposição. Igel explica que a malha ferroviária é de cerca de 29 mil quilômetros no país, dos quais entre 1,5 milhão e 2 milhões de peças são repostas por ano. "Os dormentes de madeira que ficam em regiões que alagam, como a de Santos (SP), por exemplo, precisam de reposição a cada dois anos porque apodrecem."

Em sua ampla fábrica instalada em Itatiba, interior de São Paulo, a companhia recebe o lixo residual, entre os quais rebarbas de fraldas descartáveis, recipientes de óleo combustíveis e de detergentes, bombonas e sacos de embalagens para transformá-los em dormentes. "Lixo vale dinheiro", diz. Todo esse material é coletado de cooperativas, sucateiros e das próprias indústrias. A produção das peças de plástico ainda é marginal, mas já tem atraído interesse de grandes companhias.

Com 95% de participação na empresa, Igel quer obter os 5% restantes, que ainda estão nas mãos dos antigos controladores da companhia - episódio que o empresário faz questão de esquecer. "Não pretendo ficar com 100% do controle, por isso, negocio a entrada de novos investidores." Procurada, a Stratus, uma das possíveis candidatas, não comenta o assunto.

Com faturamento projetado em R$ 6 milhões para este ano, a expectativa é atingir R$ 20 milhões em 2011 e alcançar R$ 50 milhões no ano seguinte. Para buscar essa meta, além dos novos investidores e diversificação dos negócios, Igel aposta em novos contratos.

"Conversamos com diversas ferrovias e estamos dispostos a efetuar todos os testes necessários para colocarmos nossos produtos no mercado."

Antes de instalar os dormentes de plástico nos trilhos, os produtos foram testados pelo IPT (Instituto de Pesquisa Tecnológica), PUC-Rio e Unicamp. A expectativa é de que a receita com a venda dos dormentes da Wisewood ceda espaço nos próximos anos para os pisos industriais, que já estão em fase de testes.

Aos 63 anos, Igel não nega o espírito empreendedor de sua família, controladora do grupo Ultra. O empresário trabalhou no grupo até os anos 90, depois decidiu pela "carreira solo". Em 1997, fundou a Ecosorb, especializada em socorro ambiental, no qual tem uma participação de 40%, outros 40% estão nas mãos do fundo Stratus, cujo perfil são investimentos em projetos com apelo ambiental, e o restante está nas mãos dos executivos da companhia. "Também quero reestruturar o modelo de negócio da Ecosorb", diz, aproveitando para dar recado ao mercado.

 

Por Valor Econômico - SP

 

Qual a sua avaliação?

1 Comentários - Faça o seu comentário

Voltar

Compartilhar

Clique para ampliar

Leia Também

Linha Centro do metrô tem atrasos após trem quebrar na Estação Werneck, Pernambuco

Gastos da CPTM com Operação PAESE subiram 72,8% em 2017 e chegaram a R$ 2,16 milhões

Aos 50 anos, Metrô de SP ganha novo uniforme com estilo de aeroporto

Evento de celebração dos 50 anos do Metrô de São Paulo

Apesar do prazo apertado, governo ainda crê no leilão de ferrovias em 2018

Venda de veículos deve desacelerar no País

RGE Sul constrói 21 Km de rede nova em Itaqui

A ANGÚSTIA E AS ALTERNATIVAS NA LUTA PELA DUPLICAÇÃO

Área rural busca mais energia

Mobilização cobra ação do governo federal para conclusão da BR-116

Mais...

 

Este site possui suporte ao formato RSS



Notícias em Tempo Real

   

Google
Pesquisa personalizada

       

 Powered by CIS Manager - Desenvolvido por Construtiva

Intelog - Inteligência em Gestão Logística